domingo, 22 de fevereiro de 2015

Revista Placar / Nov. 1977 - Materia sobre o gol de número 1.000 de Flávio Minuano


Matéria da Revista Placar, noticiando o gol ne número 1.000 do atacante Flávio Minuano:

Só posso dizer que hoje sou o cara mais feliz do mundo porque consegui marcar o milésimo gol da minha carreira.
Pelé? Não. Flávio - agora jogando pelo Pelotas, depois de um empate de 3 a 3 com o Juventude, em caxias do Sul, no dis 10.
O Juventude vencia por 1 a 0, até que o ponta Francisco cruzou, o goleiro Valdir defendeu parcialmente e Flávio, de cabeça, empatou. O artilheiro correu, abraçou-se a seus companheiros, foi cumprimentado pelos cartolas. As 6 mil pessoas que foram ao estádio não entenderam o motivo de tanta vibração - e quando ficaram sabendo, no intervalo, não acreditaram.
A festa terminou ai, para a frustração de Flávio:
- Gozado, só o Pelé pode marcar o gol MIL, como fui eu ninguém acredita. Mas é verdade. Um amigo meu, lá do Rio, há tempos vem computando meus gols. Antes da partida contra o Juventude ele me telefonou avisando que eu estava com 999 gols e que se marcasse mais um alcançaria o Pelé. E foi o que aconteceu.


Nenhum comentário:

Postar um comentário